Pastor morre estrangulado por muçulmanos em novo ataque na África

Pastor morre estrangulado por muçulmanos em novo ataque na África


O extremismo islâmico fez mais uma vítima. Dessa vez um pastor evangélico que foi brutalmente espancado e estrangulado até a morte, após uma pregação em uma rádio local da sua cidade, localizada em Aduku, distrito de Kwania, na África.

O líder religioso foi morto no último dia 31 de outubro, após fazer uma pregação em uma rádio local, onde comparou o cristianismo com o islamismo. Identificado como David Omara, o pastor de 64 anos era líder da Christian Church Center.

O filho do pastor,  Simon Okut, estava presente no momento em que o pai foi assassinado. Ele contou que depois da pregação, o líder religioso recebeu uma ligação de uma pessoa que lhe enganou, fazendo parecer que estava interessado em sua mensagem, quando na verdade lhe armou uma armadilha.

“Imediatamente após sua pregação, alguém telefonou para meu pai apreciando sua apresentação”, disse Okut ao Morning Star News, lembrando a boa vontade do seu pai ao atender o pedido de um encontro com supostos “amigos”, sem fazer a menor ideia de que estava indo para uma emboscada.

“[A pessoa] então pediu que ele se encontrasse em algum lugar com alguns de seus amigos. Saímos da estação de rádio. Quando chegamos ao referido local, surgiram do mato seis pessoas vestidas em trajes islâmicos e começaram a estrangular e espancar meu pai com objetos contundentes”, contou.

Apavorado com a cena de brutalidade e impotente diante da agressão de vários radicais muçulmanos ao seu pai, Okut conseguiu testemunhar a forma como o pastor era agredido pouco antes de escapar para se salvar.

“Enquanto batiam em meu pai com objetos contundentes e o estrangulavam, fugi para salvar minha vida. Dois agressores correram atrás de mim, mas não conseguiram me segurar”, relatou o filho do pastor.

Os assassinos ainda não foram capturados, segundo informações colhidas até o fechamento dessa matéria. Amigos, familiares e cristãos em toda a região ficaram chocados com a morte covarde do pastor e pedem orações para que Deus os encoraja a enfrentar o extremismo islâmico.

“Precisamos de orações e apoio financeiro para a família Omara neste momento difícil, e uma rápida recuperação para sua viúva”, pediu um dos líderes da igreja.





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta