Morre pastor que dizia que covid-19 é castigo por sexo fora do casamento

Morre pastor que dizia que covid-19 é castigo por sexo fora do casamento


Um pastor neopentecostal que dedicou parte de seu ministério a pregar contra a promiscuidade e o sexo fora do casamento, morreu vítima da covid-19. A imprensa secular relatou o caso enfatizando uma declaração feita por ele sobre a relação do pecado com o advento da pandemia.

O pastor Irvin Baxter Jr, 75 anos, norte-americano, morreu no dia 03 de novembro de 2020 por complicações causadas pela covid-19. Conservador, o pregador que comandava programas de TV se opunha ao sexo fora do casamento e chegou a vincular a doença causada pelo novo coronavírus com a banalização da sexualidade.

Em março, ele compartilhou uma reflexão feita sobre o cenário da pandemia: “Estive pensando em tudo isso, sobre o pecado da fornicação […] e fiz uma pequena pesquisa. Há 7,5 milhões de casais não casados vivendo juntos nos Estados Unidos. Isso significa 15 milhões de pessoas que estão vivendo juntas solteiras. E isso aumentou nos últimos 10 anos em 138%”, disse ele.

Fundador do Endtime Ministries, ele se debruçou sobre outros dados relacionados ao sexo fora do casamento, e afirmou que a desobediência cobra seu preço: “Espero que esta pesquisa não esteja correta […] 5% das novas noivas na América agora são virgens. Isso significa que 95% já cometeu fornicação. Deus diz ‘não se engane, de Deus não se zomba. Nem fornicador, nem adúltero, nem efeminado, nem abusador da humanidade, nem achacadores, nem bêbados. Nenhum destes herdará o reino de Deus’”.

“Se pensamos que podemos simplesmente ignorar a Deus e viver um estilo de vida pecaminoso, bem, não podemos fazer isso. Sabe, eu acredito […] que Deus pode estar usando isso como um alerta. Este coronavírus pode ser um privilégio, porque vou lhe dizer agora, há um julgamento muito maior vindo. Está na Bíblia”, acrescentou o pastor, na ocasião, segundo o Daily Mail.

Morte

Internado após ser infectado pelo novo coronavírus, o pastor não resistiu às complicações e faleceu. Em um comunicado, a equipe do ministério fundado por Irvin Baxter anunciou que pretende continuar com as atividades apesar de sua morte.

O co-apresentador do programa de TV que o pastor mantinha no ar, Davi Robbins, vai assumir as funções de Irvin Baxter Jr: “Sentiremos sua falta, mas ele está com Jesus. Toda a sua vida foi sobre uma coisa, compartilhar a mensagem do Evangelho. Continuaremos em seu legado, compartilhando a mensagem e as boas novas”, declarou Robbins.

Os EUA são o país com maior número de casos da doença constatados, já que a testagem na população vem sendo feita de maneira abrangente. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o país soma mais de 10 milhões de casos e quase 238 mil mortes. O Texas, estado onde Baxter morreu, é o lugar com maior número de infectados (1.016.948) e soma mais de 19 mil óbitos, de acordo com informações do jornal Correio Braziliense.





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta