Igreja aplicará R$ 4,1 milhões em construção de casas para sem-teto

Igreja aplicará R$ 4,1 milhões em construção de casas para sem-teto


Uma igreja decidiu investir na construção de um pequeno vilarejo para ajudar mulheres sem-teto de sua vizinhança, oferecendo moradia e apoio comunitário.

A iniciativa da Primeira Igreja Batista de Spartanburg, na Carolina do Sul (EUA) visa a construção de 20 pequenas casas mais um prédio comum em 2021. O projeto foi submetido às autoridades municipais e deve receber sinal verde em breve.

A vila foi planejada para ser erguida em uma propriedade que a igreja possui na zona norte de Spartanburg, adjacente à sede de um ministério que eles têm para atender pessoas pobres, chamado “A Ponte”.

De acordo com informações do portal The Christian Post, o líder do ministério de missões da Primeira Igreja Batista de Spartanburg, Steve Wise, afirmou que o projeto veio de vários fatores, incluindo a busca da igreja por expandir seu ministério para os sem-teto e pedidos de grupos locais.

“Estamos muito cientes dos problemas que nossos sem-teto enfrentam e dos problemas da cidade para atender às necessidades dos sem-teto há um tempo”, disse Wise. “Junto com o que já sabíamos sobre os sem-teto, as conversas que estavam acontecendo em nossa cidade com uma força-tarefa para moradores de rua e outros, foi assim que tomamos essa decisão”, explicou.

O custo estimado será de US$ 30 mil para cada unidade habitacional individual, mais cerca de US$ 200 mil para o edifício comum, que será usado para reuniões comunitárias para os sem-teto. Na cotação atual do real, o projeto irá custar R$ 4,1 milhões.

“As casinhas não foram projetadas para cozinhar e comer”, explicou Wise. “Serão muito simples, mas queremos que a hora das refeições seja um momento comunitário. Haverá algumas reuniões com todos que teremos semanalmente e haverá alguns treinamentos especiais e eles serão um-a-um com mentoria e aconselhamento, e aquele prédio fornecerá algum espaço para isso”, acrescentou o líder de missões.

Steve Wise disse que algumas pessoas já se comprometeram a pagar pela construção, com a igreja contando com mão de obra voluntária para ajudar a compensar o custo financeiro da criação da vila. Ele demonstrou otimismo sobre a aprovação final do projeto.

“Em primeiro lugar, Deus se preocupa com todos. Ele certamente se preocupa com nossos amigos sem-teto. Nós realmente achamos que Deus pode fazer algo incrível aqui e pode trazer soluções”, concluiu.





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta