cristãos que casam com incrédulos devem ser excluídos da igreja

cristãos que casam com incrédulos devem ser excluídos da igreja


O contundente pastor e teólogo John Piper afirmou que os cristãos que se casam com incrédulos devem ser removidos da membresia da igreja, pois se comportaram de modo a desprezar “o ensino dos apóstolos e de Deus”.

Essa excomunhão proposta pelo pastor John Piper surgiu de uma pergunta feita a ele por um leitor de seus artigos no site do ministério Desiring God. O questionamento girava em torno de como a congregação deve agir quando membros se casam conscientemente com incrédulos.

Em primeiro lugar, Piper enfatizou a seriedade da situação, explicando que existem várias “camadas de pecado” quando um crente “rejeita o conselho dos anciãos da igreja e se casa com um descrente”.

“Primeiro, o crente professo está desafiando e se rebelando contra uma ordem explícita do Novo Testamento de Deus”, explicou, citando I Coríntios 7:39, que se refere à importância de um cristão se casar com um indivíduo que também está “no Senhor”: “Portanto, se este ensino for esclarecido ao crente, e o crente rejeitar a obediência a esta ordem, ela ou ele está agindo em desafio aberto ao ensino dos apóstolos e de Deus”, acrescentou.

De acordo com o portal The Christian Post, John Piper apontou ainda que o casamento com um incrédulo “mostra quão profundamente comprometido está o amor do crente por Cristo”.

“Como pode o coração de um crente abraçar Jesus como seu supremo tesouro e satisfação, e rejeitar as palavras de Jesus para estar nos braços de alguém que não tem fé nem afeição verdadeira pelo bem mais precioso do crente?” questionou. “É inconcebível para mim. Sempre achei isso incompreensível. Algo está profundamente muito errado com o afeto do coração por Cristo. Essa é a segunda camada de pecaminosidade”, reiterou.

Finalmente, Piper disse que se um cristão se casa com um descrente contra o conselho dos líderes da igreja, então o casamento é “uma rejeição da autoridade dos anciãos, que Deus deu para proteger as ovelhas do pecado”.

O autor do livro Não Jogue Sua Vida Fora ponderou também que um cristão que segue em frente com o casamento, apesar do conselho dos líderes, deve ser removido da membresia da igreja “para moderar o crente desobediente, acordá-lo e ganhá-lo para um coração arrependido e obediente e ser restaurado”.

“Muitas pessoas não levam a Bíblia a sério. Elas estão perplexas e zangadas com as igrejas que levam a Bíblia tão a sério quanto estou dizendo. Muitos cristãos professos hoje considerariam tal excomunhão mais prejudicial do que útil. Eles chamam isso de intolerante; eles até chamam de odioso. Mas isso é porque eles elevam sua própria sabedoria acima da sabedoria de Deus”, lamentou o pastor.

E depois?

John Piper, porém, esclareceu que uma vez que o casamento seja celebrado, ele não deve ser rompido ou anulado. No entanto, uma “mudança de coração” por parte do cristão é necessária para o verdadeiro arrependimento: “Deve haver um remorso autêntico e arrependimento pela desobediência a I Coríntios 7:39”, disse ele.

“Deve haver um reconhecimento e arrependimento de que o coração não estava certo em colocar o homem acima de Cristo nas afeições. Deve haver um pedido de desculpas e tristeza por rejeitar o conselho dos líderes de Deus na igreja”, enfatizou, acrescentando que “todas essas mudanças são possíveis enquanto o casamento permanece intacto”.

Recentemente, Kathy Keller – esposa do proeminente pastor Tim Keller – revelou que durante os anos de ministério ao lado do marido, o “problema pastoral mais comum” que eles enfrentaram são os casamentos entre cristãos e não cristãos.

Entre outras questões, ela advertiu que em um casamento desigual, ou o cristão terá que empurrar Cristo para as margens de sua vida, ou o parceiro descrente terá que ser marginalizado: “Então, ou o casamento passa por estresse e se separa; ou passa por estresse e fica junto. Um casamento desigual não é apenas imprudente para o cristão, também é injusto para o não cristão, e acabará sendo uma provação para ambos”.

“Isso soa como o tipo de casamento que você deseja? Um que estrangule seu crescimento em Cristo ou estrangule seu crescimento como casal, ou ambos?”, questionou Kathy.





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta