Hindus espancam pastor e ameaçam sacrifica-lo a falso deus

Hindus espancam pastor e ameaçam sacrifica-lo a falso deus


Um pastor foi espancado e torturado por extremistas hindus que o flagraram distribuindo folhetos evangelísticos. Antes de perder a consciência, ele ouviu seus algozes prometerem que o sacrificariam a um falso deus.

Shelton Vishwanathan, que dirige uma congregação doméstica na Índia, anunciava a mensagem do Evangelho com folhetos na aldeia de Tiryani, que fica na região de Sheohar, no estado de Bihar. Os extremistas hindus o abordaram e determinaram que ele interrompesse a atividade.

Ciente de que há muita violência sendo praticada por hindus contra cristãos nos últimos anos, o pastor acatou o ultimato. Porém, um dos extremistas tirou as chaves de sua motoneta, tomou seu celular e ordenou que os demais o agredissem.

“Eles me deram um soco nas costas e me disseram que iriam me oferecer como um sacrifício à sua divindade como punição por distribuir folhetos evangélicos. Eles desferiram fortes golpes na minha cabeça, de modo que logo desmaiei”, contou o pastor, que acordou trancado em um quarto escuro.

“Gritei por ajuda, chorei alto, esperando que alguém ouvisse meus gritos e viesse me ajudar, mas ninguém conseguia me ouvir. Fiquei deitado no chão sem comida ou água pelos próximos dias. Eles não me deram nada para comer ou beber”, relatou o pastor Vishwanathan, conforme informações do portal The Christian Post.

Socorro

Uma semana depois, uma senhora idosa que mora nas proximidades ouviu seus gritos e bateu na porta para saber o que se passava: “Ela me disse que a porta estava trancada por fora e que a abriria para mim com a condição de que eu não contasse a ninguém que ela a abriu. Ela estava com muito medo de que, se os agressores descobrissem que ela abriu a porta, ela também tivesse problemas”, disse ele.

Essa senhora deu-lhe comida e água após tirá-lo do cativeiro, o que salvou sua vida: “Se ela não tivesse ajudado, eu não estaria vivo hoje. Eu acredito plenamente que foi Deus quem a enviou para me ajudar”.

Depois de voltar para sua casa em Sheohar, o pastor soube que sua família o havia procurado por todo o distrito e acabou fugindo para a cidade natal de sua esposa, no Nepal. Com a ajuda de outros cristãos, finalmente, ele conseguiu fazer contato e pagar para que sua família voltasse para casa quase um mês após o ataque.

“Estou muito feliz de ver a mão do Senhor em todas as situações nos últimos dois meses”, disse o pastor. “Minha família, que pensava que eu deveria ter me perdido e morrido, voltou para me ver com vida. Damos graças e louvores ao Senhor”.

Alvo marcado

Esta não foi a primeira vez que o pastor Shelton Vishwanathan foi atacado por sua fé. Em junho de 2019, oito extremistas hindus no distrito de Sheohar o empurraram de sua motoneta, quebrando sua mão e pé enquanto o espancavam.

Na ocasião, ele foi amparado pelo grupo de defesa legal Alliance Defending Freedom da India, que o encorajou a abrir um processo contra os agressores.

No entanto, ele recusou adotar esse tipo de resposta: “Já fui atacado várias vezes por liderar uma igreja local e compartilhar o Evangelho em aldeias, mas sobrevivi apenas por causa da graça de Deus. Mesmo no passado, a polícia me avisou que há uma ameaça à minha vida. Como as celebrações do Navratri [festival hindu] estavam em pleno andamento, se eu fosse encontrado novamente, os agressores poderiam realmente ter me oferecido como um sacrifício à divindade”, explicou.





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta