Salvação em II Coríntios 13:5: pastor John Piper explica

Salvação em II Coríntios 13:5: pastor John Piper explica


Com qual recorrência um cristão deveria questionar sua convicção na própria Salvação? O pastor e escritor John Piper abordou o tema em um episódio de seu podcast, respondendo a uma pergunta enviada por um ouvinte sobre o significado de II Coríntios 13:5.

Piper enfatizou que as Escrituras apontam algumas distinções substanciais quanto ao significado de questionar a Salvação, explicando a diferença entre testar a si mesmo para ver se é realmente um crente em Jesus Cristo e viver como um verdadeiro cristão.

O texto de II Coríntios 13: 5 diz: “Examinem-se para ver se vocês estão na fé; provem-se a si mesmos. Não percebem que Cristo Jesus está em vocês? A não ser que tenham sido reprovados!”.

Neste contexto, o ouvinte do podcast de John Piper questionou “com que frequência tal exame deve ocorrer na vida de um cristão”. O pastor disse que existe uma diferença estratégica e psicológica ao abordar a questão de saber se alguém está na fé.

“Uma das razões pelas quais acho que há uma diferença significativa aqui é porque, no contexto de 2 Coríntios, há algum conflito real entre Paulo e algumas pessoas em Corinto que deram provas significativas de que podem não ser verdadeiros cristãos”, disse ele, observando que Paulo parece inseguro sobre alguns que professam ser crentes.

No entanto, II Pedro 1:10 exorta os cristãos a “serem ainda mais diligentes para confirmar a sua vocação e eleição (ou você poderia dizer a Salvação), pois se você praticar essas qualidades, nunca cairá”, acrescentou o pastor, enfatizando que existe uma distinção importante entre examinar a si mesmo e o processo contínuo de viver a Salvação a longo prazo e, assim, mostrar evidências de fé salvadora.

“De certa forma, o ponto principal em ambos os casos é este: mostre que você é um verdadeiro cristão, nascido de novo, justificado, a caminho do Céu”, acrescentou Piper, conforme informações do portal The Christian Post.

O pastor reiterou que as palavras do apóstolo Paulo aos coríntios foram ditas com urgência porque ele estava lidando com pessoas impenitentes que diziam ser cristãs, mas viviam em pecado. Contudo, a admoestação para “testar a si mesmo” não faz parte da vida cristã: “Acho que Paulo diria que esse tipo de teste é algo extraordinário e deve ser feito em pontos críticos de sua vida quando você se desviou de andar no passo do Espírito e foi chamado, provavelmente por alguém, ou talvez por sua própria consciência: você é um verdadeiro cristão?”.

“Faça o teste sério e crítico de II Coríntios 13:5 quando alguém avisa que sua vida não parece mais estar confirmando sua afirmação cristã. Isso deve disparar sinais de alarme em você, e você pode estar em sérios apuros. Então, faça isso tipo de autoanálise séria, que pode ser muito assustadora, muito difícil, mas muito, muito importante”, encerrou.





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta