Atravessado por barra de ferro, homem sobrevive e revela fé em Deus

Atravessado por barra de ferro, homem sobrevive e revela fé em Deus


É impossível saber o dia, a hora e o momento exato em que um acidente pode acontecer, muito menos qual será o resultado dele para os envolvidos. Mas, é possível ter certeza de que independentemente das circunstâncias, Deus sempre estará presente ao lado daqueles que O amam.

Com o porteiro Jeferson Rosendo, de 31 anos, que dirigia no sentido Praia do Canto, em Vitória do Espírito Santo, não foi diferente. Era um dia comum como qualquer outro, onde ele saiu para comprar pão e ir trabalhar, quando um acidente surpreendente aconteceu.

“Assim que eu subi a ponte, ali tem um ressalto de concreto. Passei por ali, virei um pouco volante, não estava correndo, não estava com pressa, até porque eu não estava atrasado, mas comecei a rodar. Pensei que só Deus poderia me salvar, não tinha outra coisa pensar”, disse ele.

O porteiro disse que ao colidir com o meio fio, acabou batendo também em uma parte da ponte onde havia uma barra de ferro. Como em um piscar de olhos Jeferson viu o objeto atravessado em seu corpo.

“Bati no meio fio e fui em direção a ele. Então senti a barra de ferro passando por mim e pedi a Deus para que ela não atingisse um órgão. Me apalpei para ver se estava tudo bem. Quando vi que a barra de ferro havia passado pelo meu braço, fiquei mais sossegado”, contou.

A cena chocante atraiu populares que tentaram prestar os primeiros socorros ao porteiro, chamando o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU). Jeferson contou que a população ficou mais assustada do que ele.

“O pessoal de fora estava mais nervoso que eu. Liguei para o Samu, mas não conseguiram ouvir direito, então mais gente ligou. Antes de eu abrir a porta do carro, um senhor bateu no vidro e falou para eu ficar calmo, mas eu já estava. Pedi a ele para pegar meu telefone e falar com a moça do Samu. Foi só esperar o resgate. Eu sentia dor, mas a felicidade de estar vivo era maior”, lembra.

Jeferson foi legado para o hospital, onde ficou internado na UTI após a cirurgia para a retirada da barra de ferro que atravessou o seu corpo. De fato, nenhum órgão foi atingido. Ele teve apenas a escápula fraturada e já está em recuperação na enfermaria, aguardando alta.

A calma do porteiro diante do acidente chamou atenção dos profissionais do resgate e da população, mas ele tem uma explicação para isso: Deus esteve com ele durante todo o momento.

“Ainda não sei quando vou ter alta, mas já estou em observação na enfermaria e estou muito feliz. Meus amigos estão aqui, assim como meus familiares. Só tenho a agradecer. Deus esteve comigo o tempo todo, eu não tenho dúvida disso. E vai continuar assim”, conclui Jeferson, segundo A Gazeta.





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta