Homem registra bar como igreja e serviço essencial na pandemia

Homem registra bar como igreja e serviço essencial na pandemia


Decretos de isolamento em decorrência da pandemia do novo cornavírus surgiram no mundo inteiro. Como resultado, vários proprietários de estabelecimentos comerciais enfrentaram dificuldades, visto que foram obrigados a fechar por completo ou restringir os horários de funcionamento.

Diante deste cenário, um comerciante resolveu inovar ao registrar o seu bar como sendo uma igreja, afim de incluí-lo como um serviço essencial para que pudesse permanecer aberto.

Este caso aconteceu no Reino Unido e foi protagonizado pelo empresário James Aspell, dono do bar 400 Rabbits. Mas James tinha consciência de que a ideia de se passar por igreja não funcionaria, por isso a sua iniciativa, na verdade, teve como objetivo chamar atenção para as dificuldades enfrentadas pelos comerciantes durante a pandemia.

“O governo disse que deveríamos nos adaptar e, por isso, enviamos um pedido de registro do 400 Rabbits como local de culto, o que nos permitiria continuar abertos em todas as camadas”, explicou o homem, demonstrando ironia, segundo o UOL.

O próprio James publicou uma foto do momento em que ele estava colocando a correspondência com o registro do seu bar como igreja nos Correios. Na publicação ele assume a verdadeira identidade do bar, mas brinca ao dizer que está criando uma nova religião.

“Vamos começar uma religião! Não pode ser tão difícil, pode! Lançamento de ‘A Igreja dos 400 Coelhos’ assim que recebermos luz verde! Congregação diariamente até tarde. Mais detalhes em breve!”, escreveu James.

Seguidores da página oficial do bar, que mudou o nome para “Church of the Four Hundred Rabbits”, que significa “Igreja dos Quatrocentos Coelhos”, também reagiram com bom humor.

“E o Senhor disse para que houvesse música e coelhos, e assim foi e uma grande criação, nasceu conhecida como coelhinho jive e o Senhor ainda disse que coelhinho jive deve ser adorado todas as noites na igreja dos quatrocentos coelhos”, brincou um internauta.





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta