Após 14 anos sem ter filhos, pastor e esposa celebram a benção de Deus

Após 14 anos sem ter filhos, pastor e esposa celebram a benção de Deus


Ter filhos é o sonho da maioria das pessoas, algo que se torna angustiante quando após várias tentativas, a tão esperada criança não vem. Foi isso o que vivenciou o pastor Serwadda Ronald Mukisa, líder do Restoration Ministries International, em Kampala, capital de Uganda.

Mukisa precisou andar em fé constante ao lado da sua esposa, aguardando em Deus pelo cumprimento da promessa de ter um filho. Felizmente, ele já havia aprendido a resistir aos desafios da vida, já que não teve uma história fácil.

O líder religioso lembrou que desde a infância precisou aprender a confiar na providência de Deus, já que foi abandonado pela própria mãe, que tinha albinismo. A doença na região muitas vezes é motivo de exclusão social, de caça para rituais de feitiçaria e até assassinato, segundo a BBC.

“Ela me deixou com meu pai em Luwero no início da guerra. Eu tinha 2 anos”, disse ele, segundo informações do UG Crhistian News. Assim como muitos moradores de Uganda, o pastor Mukiza nasceu em uma condição de extrema pobreza.

Ele lembrou que só teve condições de dormir em uma cama de verdade em 2001, quando foi adotado por um projeto missionário e conheceu a evangelista Ruth Muwanguzi, que passou a cuidar dele como um filho.

“Eu tinha desenvolvido asma. Eu costumava ter ataques regulares, pois não tinha fundamentos. Eu dormia em um colchão feito de fibra de bananeira, depois ganhei um colchão feito de capim”, lembra o pastor.

Hoje, porém, Mukiza só tem motivos para comemorar e agradecer a Deus. Em uma postagem no Facebook, ele lembrou de quando ganhou o seu filho, após 14 anos de orações.

“Foi em 28 de janeiro de 2019 quando Deus enxugou nossos 14 anos de lágrimas sem filhos”, disse ele, deixando uma mensagem de esperança e fé para os seguidores.

“Pode parecer muito tempo desde o dia em que você começou a esperar que Deus fizesse algo semelhante, não perca a esperança, Deus é capaz, Ele fará isso. Você deve ter a mesma música no nome de Jesus”, conclui o pastor.

Muçulmano se rende a Cristo após visão da crucificação: “Senti fogo cair sobre mim”

Assine o Canal





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta