Escolas na China ensinam crianças “a odiar a Deus”, diz mãe de aluno

Escolas na China ensinam crianças “a odiar a Deus”, diz mãe de aluno


Com o crescimento do cristianismo no país, o governo comunista da China tem buscado adotar medidas cada vez mais drásticas para tentar conter a multiplicação da fé em Deus, e uma delas, senão a principal, envolve a doutrinação ideológica nas salas de aula.

Segundo informações da rede CBN News, com base em uma matéria do jornal The Epoch Times, alunos estão sendo ensinados nas escolas do país “a odiar a Deus” para que cresçam ateus, contrariando muitas vezes o ensino recebido dos seus familiares.

“Antes de começar a escola, contei ao meu filho sobre a criação de Deus e ele acreditou. Mas depois de ser ensinado na escola, meu filho é como uma pessoa diferente. Na China ateísta, essas crianças puras e inocentes foram ensinadas a odiar a Deus”, relatou uma mãe.

Em outro caso também reportado pela Epoch Times, um aluno ficou chocado quando se deparou com um livro cristão em sua residência, pois havia aprendido na sala de aula que os cristãos realizam um “culto do mal”.

Esses ensinamentos, segundo o jornal, estão presentes em um livro chamado “Moralidade e Sociedade”, o qual utiliza a narrativa de deveres cívicos para tentar desconstruir todos os valores considerados uma ameaça ao regime comunista do país.

O fechamento de igrejas consideradas “clandestinas”, supostamente por não se submeterem aos ditames do governo chinês, também é outra medida adotada na China para tentar suprimir o crescimento cristão.

“Como as cruzes estão sendo removidas em todo o país, aqueles que se recusarem a cooperar serão acusados ​​de se opor ao Partido Comunista”, disse um cristão. “Somos pressionados a desistir de nossa fé, mas vamos perseverar”, informou um cristão local, segundo a CBN News.

A intensificação da perseguição religiosa aos cristãos chineses é proporcional ao crescimento numérico dos seguidores de Jesus, que segundo a Portas Abertas já é de 96,7 milhões de pessoas, superando o número de membros do Partido Comunista Chinês, que possui 91 milhões de pessoas, seguindo o Guiame. Veja também:

Governo comunista da China paga R$ 400 por foto ou vídeo de cristãos secretos

Assine o Canal





Notícias Gospel Mais https://noticias.gospelmais.com.br/

Deixe uma resposta